Eu achava casamento uma coisa brega, careta. Dizia aos quatro ventos que nunca me casaria, com orgulho.

Até que um dia entendi que casamentos são rituais importantíssimos num relacionamento e que não precisam ser iguaizinhos. Não precisam ser sem sentido. Casamentos não “tem que” TER nada, mas tem que SER.

Entendi que casamento é só amor. Um monte de amor num dia só (ou em vários dias, se assim você preferir!), vindo de todos os lados.

Entendi também que para ser perfeito, tem que ser de verdade. E para ser de verdade tem que fazer sentido. E para fazer sentido tem que ser único. E aí me apaixonei de vez pelo assunto!

Decidi trabalhar divulgando essa mensagem porque eu realmente acho que todo mundo merece viver um ritual tão repleto de amor como o casamento pode ser.

frufru

Eu nasci e cresci em Belo Horizonte e amo ser mineira (leia-se amo pão de queijo com café). Sou psicóloga e tenho algumas pós-graduações, mas você não está interessado no meu currículo formal, está? Afinal de contas, a história aqui é outra, é sobre casamento (leia-se amor).

Toda essa história começou em março de 2009, com a preparação do meu casamento. Criei o blog de forma despretensiosa, para compartilhar experiências. Deu certo! Logo depois vieram o Casando em BH, o Casando com amor e agora o Bel Ornelas.

Me casei em 2010 com o amor da minha vida e em 2013 nossa família ficou completa com a chegada da nossa filhota, Clarinha. Sigo vivendo esse amor, e compartilhando amor por aí… Quer um pouquinho? É só chegar…

Bel_Ornelas

(Foto por Fernando Lutterbach)