Você já leu o primeiro post que fizemos sobre o que escrever no convite de casamento.

Mas sempre restam algumas dúvidas, e estamos aqui para esclarecermos as mais frequentes.

convite_de_casamento

1) Quando um dos pais citados é falecido: o mais comum é citar “in memorian” na frente ou embaixo do nome, principalmente nos convites mais formais. Alguns não gostam desta expressão, e nos modelos menos formais, preferem escrever, “para sempre na memória”, ou “no coração”, ou apenas simbolizar na frente com um ” ♥”.

frufru

2) Citar ou não a madrasta ou o padrasto no convite? E como fica a outra parte (pai ou mãe)? Se é parte integrante de sua família, nada mais justo e delicado do que citar. Neste caso, se quiser, é possível citar os três, como neste exemplo: Um pai presente, uma madrasta presente, e uma mãe em memória.

frufru

3) Pais falecidos convidam? Se todos são falecidos, não faz sentidos que eles convidem, mas é interessante colocar “NOIVA E NOIVO,  filhos de” como uma homenagem ou uma lembrança. Se um ou outro são falecidos e vocês querem que os pais vivos sejam os anfitriões da festa, não há problema algum.

frufru

4) Tenho problemas com meu pai. Posso deixar de citá-lo no convite / ou colocar só meu padrasto? É uma questão muito delicada. Envolve um assunto que pode gerar um conflito para o resto de sua vida. Analise bem se vale a pena criar esse mal estar ou se é preferível tentar agradar o seu pai nesse momento, justamente uma tentativa de união, por mais conflitos que possam haver. Casamento combina mais com perdão do que com rancor. De todo modo, se não for possível, opte por colocar apenas os nomes dos noivos, para evitar futuros conflitos.

frufru

Gostaram das dicas? Quero saber a opinião de vocês!