Muitos costumam tratar a noiva como um dos maiores destaques da noite, a grande estrela da cerimônia, não é verdade? No entanto, não podemos esquecer que o futuro marido merece a mesma atenção especial.

Quando a noiva entrar na igreja, linda, de vestido branco, vários convidados olharão imediatamente para conferir a reação do noivo. Além disso, as fotos e a gravação da cerimônia ficarão guardadas para sempre — e noivo nenhum quer que seu traje seja motivo de piada, certo?

Como todos os outros itens do casamento, a roupa acompanha as últimas novidades e tendências da moda, conferindo a elegância, o glamour e o estilo que todo noivo gostaria de ter. A moda nupcial masculina sofre mudanças com o passar dos anos e, por isso, são inúmeras as propostas e ideias. Pensando nisso, preparei uma lista com algumas dicas de como escolher o traje ideal para o noivo.

E então, vamos ao que interessa? Confira!

como-escolher-o-traje-do-noivo-confira

frufru

Primeiro passo: qual é o estilo do casamento?

Começando pelo mais importante, sempre. Adequar o traje do noivo ao tipo de cerimônia que vocês terão juntos. Ao número de convidados, número de madrinhas e ao local onde será realizada. Igreja grande ou pequena? Salão de festas ou restaurante? Casa de amigos ou casa de festas no alto da montanha?

Em cerimônias mais formais, as regras de etiqueta e vestimenta pedem um traje mais formal, como um smoking ou um fraque, por exemplo. O primeiro é usado com gravata borboleta e o segundo com colete.

Dessa maneira, o noivo se destaca entre os outros convidados e garante uma boa imagem. Nas fotos será fácil perceber que o noivo estava elegante e, mesmo depois de alguns drinks na festa, esses trajes nunca perdem a compostura.

Se o casamento for mais informal, o noivo pode optar pelo terno com ou sem colete, o meio fraque ou até mesmo um blazer com calça social de cores diferentes. Em um casamento na praia, por exemplo, o noivo pode optar por uma calça em tons pastéis e um blazer azul-marinho, ou o contrário, se preferir.

O colete sempre proporciona um ar mais formal, mas quando usado com terno pode servir facilmente para os dois tipos de casamento (formal e informal), sendo uma opção curinga. É, no entanto, importante ressaltar: a não ser que você seja militar, ou que o seu casamento seja realizado na praia, de dia, evite usar terno branco.

como-escolher-o-traje-do-noivo-confira

frufru

Segundo passo: hora e local da cerimônia e festa

Antes de escolher o traje é importante verificar o horário e o local do casamento. De uma maneira geral, as cerimônias realizadas na parte da manhã pedem trajes mais claros e podem ter tons como bege e cinzas claros.

Se você quiser inovar e ser autêntico, cuidado! O azul-claro, o amarelo e outros tons pastéis são bem difíceis de combinar com o casamento sem ultrapassar a linha tênue entre chique e brega — portanto, tenha atenção ou você pode ficar parecido com um bicheiro de Las Vegas ( o que no fim pode ser bem engraçado e vai render risadas pelo resto da vida ).

A camisa branca é a opção mais usada — talvez ela seja mesmo a mais segura. Para gravata, opte por tecidos tradicionais, sem brilhos. Quanto à estampa desta, fique no básico se não quiser correr o risco de errar: prefira opções lisas ou com listras de até duas cores. Xadrez ou animais só para quem quer e sabe arriscar.

Tente combinar o sapato com o terno ou blazer. Se este for cinza, que tal o famoso sapato preto? Se optar pelo terno bege ou em tons mais claros, o sapato marrom cai melhor.

Se a cerimônia for à tarde, as cores podem ir escurecendo. Trajes cinza ou azul-marinho são ótimas opções, acompanhados de uma camisa branca para facilitar as combinações com as cores da gravata. Neste caso, a gravata pode ter algum brilho do próprio tecido como, por exemplo, a seda ou o cetim. Independentemente do horário, escolha gravatas lisas ou aquelas que têm, no máximo, duas cores nas listras.

Caso o casamento seja à noite, as cores devem ser obrigatoriamente mais escuras, como azul-marinho, cinza grafite ou preto — essas são escolhas certeiras. No caso dos casamentos noturnos, um terno com colete no mesmo tom é uma opção bem elegante.

iStock_26263598_MEDIUM

frufru

Terceiro passo: E o tempo? Frio ou quente? Sol ou chuva? Inverno ou verão?

Nada pior do que passar um dos dias mais importantes da sua vida usando uma roupa que não é adequada ao clima. Portanto nem pense em escolher determinada roupa somente porque é bonita, correndo o risco de passar o casamento inteiro suando ou sentindo frio.

Por isso, o terceiro e último passo é escolher o traje do noivo pensando na previsão do tempo e na estação do ano. Primavera e outono são épocas mais amenas e, por essa razão, tanto os looks mais formais como os informais, podem ser usados sem problema. A questão é o verão e o inverno.

No verão, a maioria dos casamentos acontece de manhã e alguns são realizados na praia ou no campo. Por isso, além das cores claras, opte por blazers e ternos com tecidos mais leves, camisas sociais mais finas e calças confortáveis. Assim o calor e a umidade não afetarão tanto o seu momento.

Mas se o casamento é no inverno e à noite, opte pelo fraque ou pelo paletó mais pesado, com um tecido mais quente, e até mesmo camisas sociais mais encorpadas. Se quiser, use uma blusa da mesma cor da camisa social por baixo, como uma segunda pele para manter o corpo aquecido.

Lembre-se de estar de acordo com o estilo do vestido da noiva. O casal precisa estar harmonioso no altar e nas fotos e, por isso, escolher o traje do noivo acompanhado da noiva é sempre uma boa ideia. Assim, mesmo que o noivo não veja o vestido, não correrá o risco de errar na escolha.

iStock_69499413_MEDIUM

frufru

Terminadas as nossas dicas, vamos a um ponto importante: noivas, por favor, não se esqueçam de escutar o seu noivo e ajudá-lo a escolher o modelo pensando também no que ele quer vestir. Tente combinar o traje do noivo com o seu vestido — pois isso faz toda a diferença —, mas faça isso respeitando o estilo dele!

Pronto! Agora que vocês já sabem o que levar em consideração para escolher o traje do noivo, que tal compartilhar este artigo nas suas redes sociais e espalhar essas dicas por aí?