Essa semana quero falar com vocês sobre sete tradições que você não precisa ter no seu casamento, ou seja, sete tradições que você pode quebrar!!

Confira.

frufru

1. Noiva tem que usar vestido branco longo e véu.

Muitas mulheres não se identificam com o clássico look noiva: vestidão estilo princesa, todo branquinho e um delicado véu. Muitas, inclusive, quando experimentam se senta fantasiadas! Aconteceu comigo, sei bem como é a sensação.

E é importante dizer que a roupa que você vai usar no dia do seu casamento, antes de mais nada, tem que realçar quem você é. Mais do que nunca, esse visual tem que ter a ver com você, com seu estilo, sua personalidade, seu gosto.

noiva moderna

Não há problema nenhum em usar um vestido curto, um vestido de qualquer cor e sem véu.

Mas calma lá. Você deve estar pensando assim: “Mas se eu usar um vestido vermelho, curto e sem véu, ainda assim, serei noiva??”. E a resposta é sim! Se casar tem a ver com o que vai por dentro e não com sua aparência.

Mas uma coisa é importante: os signos (não os astrológicos, mas signos que vem de significados). Como estamos acostumados a relacionar noiva com vestido branco, é claro que esperamos por isso. O noivo, os convidados, seus pais. Todo mundo espera por uma noiva de branco. E os signos funcionam muitas vezes como um reforço (inclusive neurologicamente falando) do compromisso assumido ali. Mas isso só funciona, claro, se fizer sentido para você.

Resumindo: use a roupa que fizer você se sentir noiva (seja ela do jeito que for) e linda.

noiva moderna

frufru

2. A quantidade de padrinhos e madrinhas  tem que ser a mesma

Se você só tem dois amigos que considera que deveriam ser padrinhos e o seu noivo tem oito, tudo bem! Esqueça essa ideia de que cada um de vocês tem que ter a mesma quantidade de pessoas importantes.

E mais, se vocês tem na lista, por exemplo, oito mulheres e cinco homens, não invente de colocar mais homens só para completar a lista e formar casais. O cortejo não precisa ser necessariamente composto por casais da forma como você deve estar acostumado a ver. Não há nenhuma problema em colocar algumas (ou todas) pessoas entrando sozinhas, ou mesmo uma mulher com outra – e vice versa. A menos que a instituição em que você vai se casar tenha alguma restrição em relação a isso, não vejo mal nenhum em um homem entrar ao lado do outro, por exemplo.

padrinhos casamento

O que eu realmente não vejo sentido algum é convidar alguém para ser padrinho só para ajeitar visualmente o cortejo 😉

frufru

3. O pai da noiva é quem paga a festa de casamento

Tem gente aí chateado com o fato dessa tradição estar sendo quebrada?

Brincadeiras à parte, hoje é cada vez mais comum o próprio casal assumir a responsabilidade (inclusive financeira) do casamento. Eu acho isso bem legal porque faz com que o envolvimento deles, de uma forma geral, aumente. Nada como arcar com os custos das suas escolhas, não é? Hora de virar gente grande!

frufru

4. Casamento tem que ter festa

Não existe isso, gente! Só vale ter festa se vocês, noivos, puderem e quiserem!

Eu sou super a favor de comemorar os bons momentos, mas só se isso couber no orçamento e nos sonhos do casal.

E casos vocês optem por comemorar, quem disse que tem que ser com uma festa? Pode ser com um jantar, um mini wedding, um brunch, etc… Encontre a comemoração que caiba nos seus sonhos/bolso.

festa de casamento

frufru

5. Casamento tem que ser realizado no Igreja

Tem mesmo? Pra mi,m, não. É claro que não estou falando de casamento enquanto sacramento da Igreja Católica. Porque se esse for o caso ele realmente terá que ser realizado na Igreja.

Me refiro a casamento enquanto celebração do amor e de um compromisso (e vontade) de seguirem juntos pelos caminhos da vida. Nesse caso, o evento deve acontecer num lugar e de forma que faça sentido para o casal.

A gente só firma um compromisso com o coração quando as chaves certas são ativadas, ou seja, quando o contexto tem significado. Não adianta nada repetir versos na Igreja se eles não te dizem nada. Da mesma maneira não adianta nada se casar sob um lindo pôr do sol, ao ar livre, se suas crenças estão ligadas à Igreja.

Ou seja, se fizer sentido para você, convide pessoas que falam ao seu coração. Muitas vezes uma cerimônia celebrada pelos pais, irmãos, amigos, padrinhos ou por um celebrante com uma boa oratória vai tocar mais fundo.

frufru

6. Você tem que convidar todo mundo que conhece

Nananinanão. Você tem que convidar somente as pessoas que quer convidar. Simples assim. E se fulano ou beltrano ficarem chateados por não terem sido convidados, sugiro que:

  • converse com essas pessoas explicando porquê não poderá convidá-las.
  • crie uma oportunidade para comemorar com elas. Vale um café na casa nova, um happy hour ou qualquer outro momento em que elas possam brindar à sua felicidade com você e se sentirem parte desse momento da sua vida também.
  • e se mesmo assim elas ficarem chateadas, que pena. Só resta lamentar que essas pessoas tenham tão pouca empatia com você.

O que não vale, mesmo, é se sentir culpada por não poder convidar todo mundo que gostaria. Ou simplesmente não querer convidar todo mundo que “deveria”.

frufru

7. Você tem que dar lembrancinhas para convidados, pais e padrinhos

Lembrancinhas e presentes, tanto para convidados quanto para pais e padrinhos só devem existir se houver um desejo de vocês de “acarinhar” essas pessoas. A ideia é sentir aquele prazer de quando se faz carinho em alguém, sabe? Não pode ser uma obrigação. Se você diz que tem que colocar bem casados na saída do casamento, tá errado. Você não tem que. Você pode colocar se se sentir bem com isso, se fizer sentido para você fazer esse mimo para as pessoas que foram prestigiar vocês. Tem que vir do coração.

frufru

Essas foram algumas das tradições que, na minha opinião, você pode quebrar. Mas com certeza existem váááárias outras. Compartilhe comigo a sua opinião! Vai quebrar alguma delas? Ou tradição é fundamental pra você? Não tem nada de errado nisso também, viu?

frufru

E para ver esse conteúdo em vídeo é só clicar no play:


Frufru

Créditos:

Filmagem e edição: Compota IP