Mais uma daquelas histórias de amor à distância que motivam quem está em situação similar – porque, né? A gente sempre fica com medo de não dar certo, da distância atrapalhar (e o tanto de gente que vem palpitar dizendo que isso não funciona, que o amor não suporta , blá, blá, blá?).

Então, posts assim são para mostrar o contrário: relacionamentos à distância podem dar certo sim!!! Aqui no blog temos vários exemplos, e o casamento da Lina e do Elliot é um deles! E um maravilhoso exemplo, diga-se de passagem!…

Agora falando do casamento, vocês também AMAM casamentos em casa? Eu sou maluca nessa ideia, acho que combina demais com união, família, amor!

frufru

“Antes de contar a nossa história, preciso confessar que sempre fui viciada em sites e blogs de casamento. Acho incrível como inspiram pessoas com histórias inspiradoras. Sem falar nas dicas e listas de fornecedores para ajudar-nos a escolher tudo de mais perfeito pro nosso dia. Ficaremos muito, muito felizes em ver a nossa história no blog do Casando em Bh e esperamos que possamos inspirar com muito amor, alegria e energia boa!

Eu e o Elliott nos conhecemos em abril de 2014, através de um amigo em comum, pela internet (mundo moderno, né gente?). Ele viu uma foto minha no facebook e, coincidentemente, eu estava de viagem marcada para a Europa com duas amigas. A ligação entre nós foi instantânea. Chegamos à Europa no começo de junho, mas nosso roteiro não incluía Londres. Comprei uma passagem pra ir sozinha (ir num dia e voltar no outro). Minhas amigas ficaram em Paris e acho que o Elliott estava mais nervoso que eu... Também, né? Deve ter imaginado que eu era uma louca.

Enfim, minha passagem para Londres valeu tanto a pena, que o Elliott voltou para Paris comigo no dia seguinte e seguiu viagem com a gente, por quase 15 dias. Nos vimos aos prantos no dia da despedida. Já sabíamos que um árduo caminho estava por vir, mas não queríamos ficar separados de jeito nenhum. Já descobriram o final disso tudo, né?

Namoramos à distância por quase um ano (eu em BH, ele em Londres). Idas e vindas, muito aeroporto, saudades infinitas…

Como não aguentávamos mais essa situação, larguei meu emprego e, em abril de 2015, me mudei para Londres. Meu visto me permitia ficar lá por apenas 06 meses... E, em agosto de 2015, o Elliott me pediu em casamento, no topo de uma montanha. Ele ligou para os meus pais antes, para “pedir a minha mão”, ativou o Google Translator e falou (tentou, pelo menos) em Português. Os pais dele também já sabiam que aquele seria o dia e foi tudo muito lindo e emocionante. O destino nos uniu e nós entendemos a dica. Fomos feitos para estarmos juntos.

Desde então, começamos a planejar o nosso casamento. Já sabíamos que seria em BH e que seria um mini micro wedding, algo bem intimista e com a nossa cara. Voltei para o Brasil no final de outubro de 2015 e marquei nosso casamento para o dia 18 de dezembro. Ou seja, a gente tinha menos de 2 meses para arrumarmos tudo… correria!!!

Resolvemos não casar na igreja. Meu sogro estava em tratamento e não poderia vir, mas por ele e por nós, precisávamos continuar com os nossos planos. Também não queríamos casar dentro do cartório. Vamos combinar… É feio demais, né gente? Como meus pais haviam se casado em casa anos atrás e eu e o Elliott apostamos nessa ideia e casamos na mesma casa que meus pais.

No início, achei que os preços estariam bem mais caros e as opções reduzidas por estarmos fechando tudo assim de “última hora”. Mas para a nossa surpresa, os preços estavam até razoáveis e conseguimos fechar com todas as empresas que queríamos.

Nosso casamento foi realizado para exatas 38 pessoas. Depois de alguma pesquisa, fechamos com o Buffet Rullus, que nos atendeu maravilhosamente bem. Como o jantar aconteceu DENTRO DE CASA mesmo, queríamos um buffet que realizasse um serviço à francesa, sem que os convidados precisassem se levantar para pegar comida.

O serviço de filmagem e edição foi fechado com a Olga Santos que é maravilhosa. Desde o início ela nos deixou super à vontade e tivemos a certeza que ela saberia captar a emoção do momento. Quando recebemos o vídeo, não houve surpresa. A Olga faz mágica!

Fotografia por Serapião que nos presentou com fotos cheias de alegria e emoção. Lindo, lindo, lindo!

A decoração ficou por conta do Museu de Grandes Novidades. A Júlia conseguiu transformar minha casa em um conto de fadas dos mais lindos. A perfeição com que eles realizaram a decoração é de tirar o fôlego.

Um detalhe muito importante é que queríamos misturar as tradições brasileiras e inglesas. Nada mais justo, né? Por isso, a cerimônia civil foi seguida por uma rápida bênção religiosa e depois tivemos um jantar. Durante o jantar, várias pessoas fizeram discursos/speech (bem Inglês mesmo) e talvez tenha sido uma das partes mais marcantes da noite.

Não optamos pelo tradicional bem casado, e sim por um mini bolinho inglês (mini wedding English cake) recheado com goiabada cascão, feito pela nossa madrinha e amada amiga Júlia. Além disso, nossa amiga Alicia (inglesa), que não pôde estar presente, nos emprestou um filete de bandeirinhas coloridas, de pano, feito por ela e pela mãe dela, para enfeitar o local da cerimônia. Ficou simplesmente MARAVILHOSO. O cardápio foi feito e impresso pelo pai do Elliott.

Desde sempre fui apaixonada por casamentos e, uma das coisas mais importantes para mim, foi sentir a parceria do Elliott ao planejar e escolher tudo. Sempre tive horror àqueles noivos que não participam de nada, como se o casamento fosse só da noiva.

Lina”

Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(1) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(2) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(3) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(4) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(5) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(6) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(7) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(8) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(9) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(10) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(11) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(12) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(13) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(14) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(15) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(16) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(17) Micro-Mini-wedding-ingles-brasileiro-Lina-Elliott-(18)

frufru