Simplesmente apaixonante todo o clima do casamento da Juliana e do Bruno, desde a identidade visual até o estilo único da noiva! (Aliás, estou cada dia mais apaixonada pelos acessórios incríveis da cabeça da Ana Vaz e pela criatividade da Boda Design!).

Mas o mais gostoso mesmo é a gente perceber os detalhes mais importantes que deixam um casamento realmente especial e cheio de significado: o carinho da preparação,  o envolvimento de todos e a união celebrada!

No caso da Ju e do Bruno, o envolvimento foi tanto que tinha até padrinho na banda e DJ amigo dos noivos! Não tem coisa mais gostosa, né?

frufru

“Queríamos que a celebração do nosso casamento contagiasse

…cada um dos nossos amigos com a emoção e alegria que sentíamos naquele dia. O mais importante era deixar nossos convidados à vontade para curtirem tudo que tínhamos preparado.
Um padrinho fazia parte da banda, um amigo era o nosso DJ, o celebrante conhecia a nossa história desde antes de a gente se apaixonar e, desse jeito, montamos a nossa festa e curtimos cada minuto como se fosse o último.

frufruCada detalhe foi pensado e repensado,

…sempre aprendendo com aqueles  exemplos e contra-exemplos que já tínhamos experimentado. Se o casamento passou rápido? Não. Curtimos tão intensamente e estávamos tão envolvidos que tivemos a impressão de um casamento em “slow motion”.
Se eu tivesse que dar minha dica para um casamento animado, com certeza diria que a presença dos noivos na pista de dança é o mais importante!”

frufru

Fiquei tão apaixonada pela identidade visual…

…desenvolvida pela Boda Design, que tive que ir lá no site deles conferir mais. Dêem só uma olhada nas fotos e na descrição do pessoal da Boda:

“Na boda da Juliana e do Bruno, o fio condutor foi o cima intimista que os noivos queriam para o seu casamento.

O Espaço Província, em Nova Lima, escolhido para o evento, anunciava que teríamos muitas inspirações da natureza: jabuticabeiras, pássaros, flores…

Segundo pedido dos noivos, o convite deveria ter um perfume retrô fugindo da diagramação clássica dos convites românticos de casamento. Ele deveria refletir o cima que a festa teria: íntimo, familiar, com charme do interior.

frufru

Dentro da mesma proposta,

…a lembrança dos padrinhos foi pensada para envolver os convidados: biscoitinhos feitos pela noiva e sua mãe dentro de um pote lindos de compota, com tag e amarração com monograma do casal.

A noiva Juliana e sua paixão por pássaros e pelo Espírito Santo contribuiu para a originalidade do projeto, que incorporou o pássaro como símbolo em vários itens da papelaria.

Na construção do monograma e do convite foram usados elementos de caligrafia e iniciais em fonte serifada em tom café, reforçando ainda mais a inspiração retrô do projeto.

O contraste entre o peso do marrom e a suavidade do azul claro reforçaram a identidade e o equilíbrio entre o rústico e o delicado. Combinação essa que permeou toda a decoração criada pelo roda d’água, aonde conviviam tulipas e caixotes de pínus, lanternas e cerâmicas coloridas.” 

 

frufru

frufru