Amei a história da Talita e do Léo porque ela se parece um pouco com a minha 🙂 . Por falar nisso viram que publiquei um vídeo no canal do You Tube contando a minha história de amor com meu marido? Passa lá pra conferir, porque foi um custo pra mim gravar um tema tão íntimo, e preciso do apoio de vocês!

Mas voltando à história da Talita e do Léo, eles tiveram uma paixão na adolescência, num determinado momento o destino os separou mas depois eles se reencontraram e aí, dessa vez, o negócio ficou sério.

E no relato da Talita, ela conta um pouco sobre os preparativos, o medo da chuva no dia do casamento, os imprevistos que surgiram no meio do caminho… Bora ler e ver as fotos lindas desse casamento (teve noivo cantando para a noiva na cerimônia, imagine você!)!

frufru

Carinho

Primeiramente gostaria de te agradecer, o seu blog foi simplesmente todo norte pro meu casamento, minhas melhores inspirações foram graças a você! Pude tirar várias dicas que eu jamais teria imaginado.

Você foi um anjo! Enfim, muito obrigada, pois você é uma pessoa que contagia a todos! E quero que você sempre seja um sucesso e cresça a cada dia. 

frufru

Nos conhecemos em Mariana/MG

Eu e o Léo nos conhecemos em meados de 2005 na cidade de Mariana-MG na casa da minha prima Amile, onde eu costumava passar minhas adoráveis e inesquecíveis férias. Mas infelizmente, ou felizmente, o destino nos separou.

Os anos se seguiram e depois de um tempo eu e o Léo nos reencontramos novamente em BH. A paixão da adolescência voltou num amor mais forte e maduro, e desde então não nos desgrudamos mais.

frufru

Foram 4 anos de namoro,

…e no terceiro ano decidimos nos casar, e a partir daí começaram os preparativos.

Como eu e o Léo fomos criados no interior, queríamos levar um pouquinho da nossa personalidade para dentro do nosso casamento, e tínhamos a certeza que deveria ser ao ar livre na luz do dia.

frufru No princípio tudo fluía bem, até que de repente minha vida vira do avesso,

…quebrei o pé, mudei de casa, mudei de emprego…. Ufa! Mas graças a Deus deu tudo certo do começo ao fim.

Como escolhemos o mês de novembro, eu sabia que meu sonho de uma cerimônia ao ar livre poderia acabar num temporal, mas tentei não pensar muito nisso, pois nos últimos anos, apesar de haver meses mais propensos a chuva, o clima variou muito independe do mês.

frufru Outubro se aproximando com muita chuva e já comecei a entrar em desespero…

Novembro chegou, e com ele trouxe muitas chuvas, lembrei-me que a previsão pro final de semana do nosso casamento era de muita chuva (quase morri! Rs ).

Chegando o grande dia, ainda pela manhã, abri a janela e o tempo estava frio e nublado (quase morri de novo, rs). Eu realmente achei que o plano B seria colocado em prática, mas Deus é maravilhoso!

Já no começo da tarde, ainda no salão, o tempo começou a se abrir, e um lindo sol apareceu para mim! Parecia até um sinal de Deus, dizendo que tudo correria bem! Nesse momento corri para fora, ajoelhei, beijei o chão, (sim eu beijei o chão, rs) rezei e agradeci a Deus pelo presente.

frufru

Daí para a frente foi só alegria!

Não consigo descrever minha felicidade desse momento.

A cerimônia foi feita com a nossa cara, o Léo me fez uma surpresa cantando para mim, e o tempo todo tive que conter minhas lágrimas e então não teve jeito, senti meu coração saindo pela boca.

frufru

O dia mais feliz da minha vida

Já se passaram meses desse dia maravilhoso e te falo com toda propriedade que foi o dia mais feliz da minha vida, estou vivendo até hoje um sonho de ser casada com o amor da minha vida.

Talita”

frufru